Archive for janeiro \14\UTC 2014

Ao gordo, o gol

janeiro 14, 2014 -

Ele era gordo e ruim de bola, por isso foi colocado no gol. Acabou descobrindo que era bom no gol por causa do handball, esporte que costumava jogar na escola. Então ficou motivado, e decidiu treinar futebol de verdade.

Fez o pai lhe inscrever numa escolinha, lugar onde ele podia treinar dois dias na semana. Mas frequentava dia sim, outro também. Além de jogar bola, o menino queria emagrecer.

Com o tempo, de gordinho passou a ex-gordinho. Entrou com 93 quilos na escolinha de futebol e, um ano depois, o máximo que a balança alcançava quando ele subia eram os 69.

São-paulino, se inspirava no goleiro Zetti, do tricolor paulista, que também fora gordinho na infância. Assim como o jogador, queria um dia ser profissional. Era o sonho de toda criança na época, diz ele, que acredita que as crianças de hoje sonham com outras coisas. “Hoje tem muito mais coisas pra fazer! Antes só jogávamos bola, fazíamos esporte. Até no videogame era o futebol.”

O menino, realmente, se existir a palavra, era um “multiesportista”. Junto com o futebol, fazia judô e musculação. Depois de três anos na escolinha, já com 16, percebeu que não tinha nascido para ser um craque da bola, e ficou só com as artes marciais.

Curioso mesmo foi uma época anterior a essa, por volta dos 12, em que foi viciado em patins, aqueles tipo roller. Ele era um menino com “pés de patins”, pois quase nunca os tirava. Talvez para dormir, quem sabe.

Também era comum nessa mesma época ele substituir os patins por outro tipo de calçado – a botinha de gesso. Como vivia a brincar pelas ruas, vira-e-mexe o menino se machucava, e com a mesma rapidez com que procurava atendimento médico, resolvia que estava curado e arrancava a botinha por conta própria.

É hiperativo! – sentenciariam hoje a respeito do menino. Vinícius é o nome dele, meu irmão mais novo, que veio ao mundo quando eu estava com 8 anos. Agora adulto, ele não tem mais tempo para a bola, os patins e o quimono, mas continua fã do Zetti, e joga videogame com o filho.